Curtas #771

Chato

Um  ex-prefeito pede para terceiro ligar para este blog/face/coluna. De forma oficial ele quer saber de algumas informações publicadas. E na segunda parte, a principal, quer saber como anda o adversário que ele pretende enfrentar. Se pensa esperto. Ligou, ou melhor, mandou ligar,  logo aqui, num jornalismo que ele nunca respeitou.  Para quem se diz eleito parece que as insônias de outubro já o  assombram!

Café

Na tarde de ontem, no Café Barbera, em Lajeado, um café reuniu nomes do PMDB local e regional: Celso Cervi, Gilberto Keller e Paulo Rogério dos Santos.

Reunião

O diretório do PSDB de Lajeado, faz uma reunião na noite de ontem no Clube dos Sete. O encontro reúne aproximadamente 45 pessoas.

Comentar

Curtas #770

Encontro

Em Porto Alegre, na quinta-feira, a presidente do Legislativo de Teutônia, Mareli Vogel (PP), reuniu-se com Gabriela Markus (PMDB), suplente de deputada estadual.

Roca Sales

O PDT de Roca Sales está  costurando um  encontro reunindo o senador Lasier Martins, o deputado Giovane Cherini e o deputado estadual Gilmar Sossela no município…

Então

Neste exato momento alguém pode dizer com clareza se o PSDB e o PP de Roca Sales seguem juntos na administração?

Travesseiro

Há quem diga que em Travesseiro a chapa de Genésio Hoffstetter (PSB) está formada com  Sérgio Nied (PT) de vice.

Gasolina

Estive circulando na serra. Os consumidores de combustíveis de Guaporé abastecem em Serafina Corrêa. E há protestos no facebook contra os preços praticados pelos postos em Guaporé.

Esposa

A esposa de um prefeito do Vale do Taquari, muito discreta, evita até o título de primeira dama. Por outro lado tal papel está desempenhando bem. Ela está captando recursos nas empresas fornecedoras do governo do esposo com o objetivo de “contribuição” para a campanha eleitoral. Duas empresas de Estrela foram visitadas para atender  tal fim. Mais eu não conto.

Lajeado

Caso  o vice-prefeito de Lajeado, Wilson Jacques (sem partido) filie-se ao PTB, o ex-vereador Betinho Rosa, retirar-se da sigla e leva diversos junto.

Encontro

O deputado estadual Enio Bacci (PDT), no dia 27 tem um encontro com o vice-prefeito de Lajeado. Mantendo a tradição e na lógica que ele defendeu (“campanha se ganha no atar), Bacci  tenta fazer costurar para outubro. Há quem diga que ele vai convidar o vice-prefeito para filiar-se à sigla.

Explicação

Um leitor relata e ele quer entender. O presidente do PMDB de Lajeado, Celso Cervi  filiou muitas lideranças em Lajeado. Diversas delas eram do PP. Agora Cervi quer  o PP de vice  com um candidato a prefeito do PMDB. Leitor relata e pede explicações. Eu não tinha pensado por tal  lógica. Já que me fez pensar é concluirmos que o melhor caminho para o Cervi era ele ter se filiado ao PP. Isto talvez teria evitado alguns desconfortos que ele está e/ou vai enfrentar.

Estrela

Há quem diga que o candidato a prefeito das oposições em Estrela é Aloísio Mallmann (PSD). Nos bairros ele está distribuindo boletim informativo da sigla cujo conteúdo tem mensagem do vice-governador José Cairolli, do deputado federal Danrlei de Deus e do ministro das Cidades Gilberto Kassab.

PMDB de Lajeado – 1

Tudo corria normalmente nos bastidores da política da Lajeado fecunda de estrategista de marketing. Todo mundo namorando todo mundo. Cafés aqui, reuniões lá, charutos privados, cafés públicos. De uma hora para outra o PMDB decidiu acelerar o processo pois queria dar visibilidade a sua pré-candidata.

PMDB de Lajeado – 2

E numa acelerada estratégia decidiu estabelecer um número, uma meta, de visibilidade numa pesquisa eleitoral interna que a  pré-candidata Márcia Scherer deve ou deveria alcançar até março. Algo assim: a candidata deve atingir  tal  número de aceitação do eleitorado para que a “Operação Eleição” dela passe a ter eficácia.

PMDB de Lajeado – 3

Tal  projeto virou obsessão no núcleo peemedebista. E isto acabou  gerando uma notícia de jornal sinalizando que haveriam duas candidaturas em Lajeado. Uma governista e outra de oposição. Tal  leitura do processo eleitoral  provocou ou aumentou ações, reações e equívocos.  Isto gerou criticas de diversas lideranças e siglas. Do mais humilde cabo eleitoral até  os comandantes de siglas gritaram. Os desconfortos gerados prejudicaram as possíveis costuras que a pré-candidata Márcia Scherer tinha em sua agenda.

PMDB de Lajeado – 4

Tentando explicar. Alguém pode relatar como um pré-candidato num período de férias, de crises políticas, de indefinições eleitorais, sem cargo político  no executivo, fora do período eleitoral pode dar um salto nas pesquisas pulando de um número para outro vais elevado? Isto pode significar que estão  exigindo demais da pré-candidata Márcia Scherer.  E sob risco de constrangê-la antes dela  ser definida como um nome forte na corrida eleitoral de Lajeado.

Comentar