Curtas #509

Mesa diretora – 1

Os vereadores do PT querem seguir comandando a mesa do Legislativo de Lajeado. Porém, admitam  eles ou não, terão de votar num nome do PMDB, ou mais precisamente no vereador Carlos Ranzi em específico.

Mesa diretora – 2

Se não cederem os votos para Carlos Ranzi os petistas vão mostrar  pouca flexibilidade. Ou seja, o PMDB precisa ceder sempre, o PT nunca. Em segundo, passam a sinalizar que a bancada do PT é teimosa. Ou seja, a mesma teimosia que eles vereadores petistas criticam no prefeito Luis Fernando Schmidt (PT).  O problema não será a fama de radicais que vão levar, mas o fato de que receberão também radicalismo em troca.  E a briga de grupos  xiitas é tudo o que a oposição deseja para 2015 e 2016.

Pagamento

Numa cidade do Vale do Taquari uma servidora que circunda o poder pode ser considerada uma moça de sorte. Ela fez uma transação imobiliária. Na hora de pagar o Imposto Sobre Transmissão de Bens Imóveis (ITBI) quem o  quitou foi uma loteadora de destaque da cidade. Ainda bem que ninguém viu. Será?  Mais eu não conto!

Comentar

A MÚSICA ELETRÕNICA É MACHISTA

Ponto de Vista     

Por Adriano Mazzarino* 

Abri agora no site do Diário Catarinense as fotos do Dream Valley, festival de música eletrônica de Santa Catarina. Foram dois dias de agito no Parque de Beto Carrero. O jornal publicou 40 fotos e em apenas cinco as mulheres são protagonistas.

Em agosto, estive no Green Valley de Gramado. Uma festa com gente de todo o país e mundo. O dono da Festa à Fantasia de Lajeado, Daniel Kappler, sugeriu que eu fosse dar um giro lá. Tinha gente de todo o país e até do exterior.

Antes do evento fui ver o clip de edições anteriores na internet. Comentei com Kappler que a qualidade do vídeo era muito boa, mas observei que a beleza feminina estava em terceiro plano. A prioridade eram cenas dos Djs e seus egos. Kappler riu.

Na noite observei a absurda  quantidade de mulheres belas, elegantes e produzidas. Um desfile de tendências ,  tribos e culturas; mesmo prevalecendo a saia-curta e o salto alto.

Mas apesar deste cenário de colorida beleza era impossível  olhar. A escuridão engolia tudo.  As festas são feitas para as pessoas serem vistas, curtidas, provocadas e seduzidas.

A música eletrônica, ou melhor, o ambiente que desenharam para ela, me passa a idéia de que o belo é proibido e a batida é o único caminho da felicidade.

 

(Adriano Mazzarino não entende nada de música, apenas dá palpites. Possui sonhos loucos como produzir encontros, por exemplo, entre Mano Brown e Mano Lima ou Carlinhos Brown e Zé Rico, da dupla Milionário e José Rico)

Comentar

Curtas #508

Creche irregular

Em Lajeado, uma creche particular passou a funcionar num no prédio, no bairro Americano. A creche é irregular. O fato foi denunciando na secretaria do Planejamento. Até o momento os fiscais não foram averiguar os fatos. Há quem diga que o local é de propriedade de um vereador do PT e, portanto, teria a proteção do poder Executivo.

Encontro de siglas

Na terça-feira, dia 10, na casa do secretário Paulo Tori, os partidos que integram o governo de Lajeado fizeram uma reunião avaliando a administração. O prefeito Luis Fernando Schmidt (PT) não esteve presente. No encontro foi redigida uma ata, cujo conteúdo será entregue ao prefeito.

Ruído – 1

Observe. Os partidos fazem uma reunião para avaliar o governo. Uma ata é redigida e uma semana depois a ata ainda não foi entregue. Ou seja, o bloco governista num prazo de sete dias não conseguiu levar a mensagem oficial até o centro do governo. Lajeado e seus mistérios!

Ruído – 2

Antes da campanha eleitoral, o PMDB de Lajeado, sinalizou várias vezes nos bastidores e na imprensa a necessidade de um encontro com o prefeito Luis Fernando Schmidt (PT).

Ruído – 3

O presidente do PMDB, Celso Cervi, sempre diplomático, nas entrevistas usava de muita cautela e respeito para conduzir o tema evitando atropelos, choques e equívocos.

Ruído – 4

Nada adiantou. Passou o primeiro turno. Passou o segundo. Rumamos para o Natal e o prefeito Luis Fernando Schmidt (PT) ainda não encontrou tempo na agenda para receber o comando do PMDB, sigla que dá suporte com o vice-prefeito ao governo de Lajeado.

Brasília

O presidente da União dos Vereadores do Brasíl, Gilson Conzatti , hoje, às 14h, em Brasília, passa a integrar um grupo de trabalho de 12 nomes com o objetivo de esboçar as linhas de trabalho que a Fundação Ulysses Guimarães pretende sugerir para a Reforma Política.

Entre os nomes que integram o grupo estão: Paulo Ziulskoski , presidente da CNM e Ibsen Pinheiro, ex-presidente da Câmara Federal.

Comentar